• 330 Anos do Correio Brasileiro

                                                   330 Anos do Correio Brasileiro

        A necessidade do homem de se comunicar com seus semelhantes vem desde o começo dos tempos.Para tornar possível essa comunicação,ele se utilizou dos mais diversos meios e tipos de sinais, por intermédio dos quais  podia enviar suas mensagens.

        A China de 4.000 anos antes de Cristo,segundo os historiadores, já  estabelecera um tipo de comunicação que atravessava fronteiras. Os persas,  os romanos e o povo judeu do Antigo Testamento deixaram registrados o uso de sistemas elaborados para transmissão de mensagens. O correio sempre cumpriu um  papel  integrador, prestador de serviços, mesmo nas épocas mais remotas.

        E no Brasil não foi diferente..No Brasil:Várias causas retardaram o progresso da instituição dos Correios no País.As terras, então desconhecidas, apresentavam um relevo difícil,densas florestas, rios; nem sempre navegáveis e uma dimensão que não podia ser calculada.Além desses obstáculos,interessava`a Metrópole manter  os colonos isolados para melhor controlá-los.

        Só a partir do ciclo do ouro e das pedras do ouro e das pedras preciosas houve preocupação com a abertura de estradas e o desbravamento dos sertões.O desinteresse da população também era grande devido à abundância da mão-de-obra escrava.Os primeiros serviços de correio,estabelecidos por Portugal, restringiram-se às poucas caravelas que aproavam em nossa terra.

        Somente no século  XVll surgem os serviços postais, ainda que irregulares e precários. Em 1663 começa a funcionar o correio como organização paraestatal,regulamentado pelo Ofício de Correio Mor do Reino e das Cartas do Mar para o Brasil,sendo nomeado para o cargo de alferes João Cavalheiro Cardoso. Em 1797,Dom João Vl estabelecia o correio estatal em Portugal, e em 1798,criava o Correio Marítimo para Brasil.O Conde de Resende instalou correios em algumas capitanias. O correio do Rio de Janeiro, nessa data, contava com um escrivão,um ajudante,um Fiel de balança e um Contínuo.Nessa época o correio passa a contar com um serviço organizado em suas Agências e com um Serviço de Embarcações.Estava criado o Serviço de Tráfego postal no Brasil

         Com a chegada da família real ao Brasil em 1808, os correios do País ganharam grande impulso. Com o desenvolvimento do comércio, a Abertura dos Portos às Nações Amigas e a instalação da Côrte em solo brasileiro, a Coroa necessitava de um eficiente serviço para estabelecer comunicação com o mundo e com os súditos, agora mais próximos.

         Institui-se o regulamento Provisional da Administração Geral dos Correios da Coroa e da  Província do Rio de Janeiro;  Uma série de melhorias foram feitas por Dom João Vl e quando lhe ofereciam uma oportunidade de  aprimorar ainda mais o serviço do correio, ele costumava dizer:"O correio é para servir o bem público e não para aumentar e erário régio".

         Na independência o correio teve participação ativa. No dia da proclamação Dom Pedro l, recebeu duas cartas que, provavelmente, influenciaram sua decisão.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

330 Anos do Correio Brasileiro

  • Modelo: 12
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$0,00